segunda-feira, 08 de Janeiro de 2018

Um morador e leitor do Agreste em Alerta, identificado como sendo Marquinho, do bairro Indiano, contactou na manhã desta segunda-feira (08), relatando  a sua indignação por conta dos esgotos entupidos na rua Mário Lira, no bairro. Segundo ele, o esgoto da rua citada estão entupidos trazendo transtorno para os que residem na via.Dejetos estão visíveis, o mal cheiro e o receio de contrair doenças são alguns dos pontos mais citados pelos moradores. Daqui nos unimos ao Blog Agreste em Alerta para cobrar mais uma vez do órgão responsável, que de acordo com a Prefeitura é a COMPESA para que realize o trabalho o mais rápido possível.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Após grande repercussão em relação ao caso da merendeira que agrediu uma criança em creche municipal, a Prefeitura de Garanhuns, através da Secretaria de Educação (SEDUC), emitiu uma nota, informando que irá afastar a acusada e que abrirá processo administrativo contra a funcionária efetiva e contra a direção da creche.De acordo com a mãe do garoto de cinco anos, ele foi levado para a escola, ao chegar na instituição foi colocado de castigo, levado para a cozinha, sendo agredido pela merendeira da unidade com socos e beliscões.  (RELEMBRE AQUI).

Por volta das 20h40, a Secretaria de Comunicação (SECOM), enviou à redação do JI uma nota, informando que todas as providências serão tomadas, e que a merendeira será afastada. Confira;

Nota de esclarecimento

da ASSESSORIA DE IMPRENSA
13 de dezembro de 2017

A Secretaria de Educação de Garanhuns informa que agiu imediatamente após ter conhecimento da denúncia de que uma merendeira teria agredido fisicamente uma criança na Creche. A Secretaria solicitou a abertura imediata de processo administrativo e o afastamento da servidora, que é efetiva. Serão alvos do processo administrativo tanto a servidora acusada quanto a gestora da unidade de ensino. O procedimento policial deverá ocorrer normalmente. Mais uma vez a Secretaria de Educação declara que repudia qualquer ação que não seja em prol da formação de cidadãos de bem para a sociedade.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Depois da grande repercussão quanto a suspensão nos serviços médicos da UPAE/Garanhuns, que resultou em dezenas de cidadãos de Garanhuns e de outros Municípios da região sem atendimento, os serviços naquela Unidade voltam a normalidade a partir de amanhã, dia 14.Em nota enviada a Imprensa, o coordenador geral da UPAE/Garanhuns, Gustavo Amorim, informou que amanhã, serão atendidos os pacientes que estavam previamente marcados para o dia 14. “Já os pacientes que deixaram de ser atendidos nos dias 12 e 13/12, devem, no caso de retorno de consultas, comparecer à UPAE/Garanhuns no próximo dia 20/12, para reagendamento. Aqueles que estariam em primeira consulta, ou seja: vindo para primeiro atendimento médico, devem retornar às Secretarias de Saúde de seus Municípios, para agendar nova data”, registrou o coordenador geral da UPAE/Garanhuns, Gustavo Amorim.Não foi informado se o Governo do Estado efetuou os repasses em atraso, motivo que levou os Profissionais de Medicina a paralisarem as suas atividades desde a última terça-feira, dia 11. A UPAE/Garanhuns é gerida pelo IMIP, em parceria com o Governo do Estado.

(Do Blog do Carlos Eugênio)

 

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

A vereadora Afra Betânia de Oliveira, Betânia da Ação Social (PTB), apresentou na manhã de hoje um requerimento de nº643/2º, solicitando a instalação de banheiros químicos nas feiras livres de Garanhuns, realizadas nos bairros da cidade.O requerimento foi apresentado na manhã de hoje (13), durante uma Sessão Ordinária realizada no plenário da Casa Raimundo de Moraes.  A vereadora têm apresentado projetos e requerimentos interessantes e importantíssimos para a população garanhuense, maioria deles aprovados por unanimidade.

O requerimento apresentado hoje foi aprovado em votação única por unanimidade.  De acordo com a vereadora, os banheiros serão de suma importante para os feirantes e para a população que frequenta as feiras livres.Requeremos um estudo para a instalação de sanitários públicos móveis, também conhecidos como banheiros químicos, nas feiras livres de Garanhuns. O requerimento justifica-se na preservação da saúde da população que frequenta as feiras livres e por utilidade tanto para os feirantes quanto para os consumidores. As feiras livres devem atender a padrões mínimos de higiene, protegendo a saúde das pessoas que a frequentam, razão pela qual se faz necessário a instalação de banheiro químicos em locais onde elas funcionam. Tendo em vista que as feiras ocorrem normalmente em vias públicas, os banheiros químicos parecem ser a melhor opção, uma vez que são portáteis, de fácil manutenção, limpeza, podendo serem usados por qualquer pessoa”, diz parte da justificativa do requerimento.

Ainda de acordo com o requerimento, “a instalação dos banheiros químicos será importante para a população, mas principalmente para os feirantes que dependem da boa vontade dos comerciantes locais para usar o banheiro”.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Uma mãe desesperada entrou em contato com a redação do Jornal Imprensa, ela acusa a merendeira da Creche Municipal Eterna Aliança, localizada na Cohab 2, de ter espancado seu filho com socos e beliscões. De acordo com a mãe, as agressões foram registradas na ultima segunda-feira (11), enquanto a criança estava de castigo na cozinha da instituição.Boa tarde, venho por meio desta mensagem pedir ajuda de vocês. Me chamo Maria Aparecida, tenho um filho de cinco anos, o qual estuda na Creche Municipal Eterna Aliança, ele foi para a escola na última segunda-feira, deixei ele na aula, ele ficou de castigo, colocaram ele de castigo na cozinha, onde uma merendeira, identificada como sendo Ana Maria agrediu meu filho com socos nas costas. Funcionárias presenciaram a agressão, mas nada fizeram. Não satisfeita com a agressão, ela voltou a agredir meu filho com beliscões, na orelha do meu filho”, disse a mãe indignada em mensagem enviada ao JI.A mãe relatou ainda que não foi a primeira vez que seu filho foi agredido, ela disse nas mensagens enviadas que também foi agredida e que seu filho ao chegar em casa  contou tudo, relatou a agressão e não quer ir mais para assistir as aulas.“Meu filho chegou e me contou tudo, falou que tinha sido agredido na creche, ele chegou com machucões em casa. A orelha machucada. Assim que meu filho chegou e eu vi aquela cena fui direto para a creche, e lá, ela veio me falar que ele teria caído e tinha se machucado, versão essa que foi descartada, não têm como uma pessoa cair e machucar atrás da orelha, não precisa ser especialista para entender que foi uma agressão. Meu filho já tinha sido agredido por essa merendeira, ela também veio me agredir, me machucou no ante-braço e na mão (foto abaixo), eu me defendi e dei uma bofetada na orelha dela, eu estava me defendendo e defendendo meu filho”, relatou a mãe em mensagem enviada.

PROVIDÊNCIAS

A genitora do garoto disse que buscou ajuda em vários órgãos competentes, mas até o presente momento não obteve resposta, e aguarda que alguma providência seja tomada o mais rápido possível, antes que algo de pior aconteça na creche.Meu filho tem 5 anos, fui no gabinete do prefeito e falei com a secretária dele, fui na delegacia, fui na Secretaria da Educação também, fui no Conselho Tutelar  e ainda não tive respostas de nada. Essa agressora é uma merendeira concursada, e ela gritou em alto e bom tom para mim que eu não conseguia a tirá-la da creche” relatou a mãe ainda durante as mensagens enviadas ao JI.

Nossa equipe entrou em contato com a Secretaria de Comunicação (SECOM), a qual como sempre atendeu da melhor forma possível, informando o órgão que teria encaminhado o material para a Secretaria de Educação do Município (SEDUC), mas até o momento não obteve retorno.

 

 

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Foi enviado pelo executivo, através do prefeito Izaías Régis (PTB), no último dia 08 de dezembro, o Projeto de Lei nº 042, oriundo do Poder Executivo que trata da contratação de um empréstimo por parte do Governo Municipal no valor de 15 milhões de reais junto à Caixa Econômica Federal.

Após a divulgação do envio do PL nos blogs e rádios da cidade, muitas pessoas ficaram surpresas com mais esse pedido de Izaías, que de acordo com ele, “o empréstimo implicará em ganhos para a população de Garanhuns e é de fundamental importância para os munícipes.

Em mensagem enviada para o Programa Combate, da 87FM, um ouvinte disse que o o prefeito de Garanhuns “pede dinheiro de empréstimo porque é incompetente.”Bom dia, Garanhuns recebia mais de um milhão por ano pelo Aterro Sanitário. Quando Izaías assumiu a prefeitura, ele colocou um incompetente como secretário e o aterro virou lixão. Com isso perdemos mais de um milhão de reais por ano, isso desde 2014.  Ele pede dinheiro de empréstimo porque é incompetente! Se não tivesse perdido esse repasse do ICMS Socioambiental estaríamos muito bem. Todas as informações que falo têm no Tribunal de Contas do Estado. O Aterro Sanitário de Garanhuns foi um dos primeiros do Brasil, um exemplo em 2003, depois de dez anos a incompetência de Izaías acabou com tudo!”, disse o ouvinte em mensagem enviada ao Combate.De acordo com o ouvinte, Garanhuns perdeu muito, após a ingerência, segundo ele por parte do secretário, à época, Fernando Nunes, que segundo ele foi um mal gestor.

Perdemos mais de um milhão por ano e vamos fazer um empréstimo de 15 por mais de 30 anos. Com juros o empréstimo vai sair por 20 MILHÕES ou mais, só de dívida. Enquanto, se estivéssemos recebendo o repasse estaríamos (neste prazo que será pago) com mais de 30 milhões em lucro, ou seja a incompetência do secretário de Izaías, à época Fernando Nunes fez Garanhuns perder mais de 0 MILHÕES, e  além de ferrar com o meio ambiente.  Pergunto a vocês, isso não seria improbidade administrativa?”, indagou o ouvinte.

O novo projeto enviado à Câmara de Vereadores de Garanhuns não cita o valor das parcelas e nem em quanto tempo seria quitado o financiamento, mas diz que o recurso será usado, obrigatoriamente, para incremento da infraestrutura urbana, tais como pavimentação, calçamento, readequação de vias e drenagem urbana. Recentemente os vereadores aprovaram em duas votações a autorização para que o Governo Municipal contraísse um empréstimo de dois milhões de reais junto ao Banco do Brasil.