quinta-feira, 11 de Janeiro de 2018

Gabriel Jesus recebeu boas notícias em sua viagem para Barcelona para ser examinado pelo médico Ramon Cugat, indicado por Pep Guardiola. A recuperação foi considerada ótima, e foi descartada qualquer lesão no ligamento cruzado do joelho esquerdo, mantendo o diagnóstico e a previsão de recuperação de quatro a seis semanas também foi mantida (já se passaram 11 dias desde a lesão).O propósito da consulta em Barcelona era justamente saber se havia alguma mudança no diagnóstico inicial de lesão no ligamento colateral medial, o que foi especulado pela imprensa inglesa. Há a possibilidade de Jesus retornar para a Espanha daqui a duas ou três semanas para uma nova consulta.

O camisa 9 da Seleção se lesionou no primeiro tempo do empate por 0 a 0 do Manchester City com o Crystal Palace, no dia 31 de dezembro do ano passado, e precisou ser substituído aos 21 minutos. Após a partida, o técnico Pep Guardiola afirmou que o atacante ficaria fora “por um ou dois meses”.

No dia seguinte ao jogo, Jesus realizou o primeiro exame, mas com o joelho ainda muito inchado. Na época, o clube revelou que faria exames mais específicos para saber o nível da lesão e ter uma previsão de retorno aos gramados. Nesta segunda, com melhores condições, um novo exame foi feito.

quinta-feira, 04 de Janeiro de 2018

Além de enfrentar o CSE no domingo em Palmeira dos Índios, o Central fará mais um jogo-treino de preparação para o Campeonato Pernambucano 2018. A Patativa vai enfrentar o Íbis, na quarta-feira, às 20h, no estádio Lacerdão.

Será a primeira partida do ano do Central em casa. O torcedor vai poder conhecer o novo elenco do Alvinegro para a disputa do Estadual. Os ingressos para o duelo custam R$ 10.

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

O Central divulgou a programação de treinos desta semana. Os trabalhos com bola estão sendo realizados no Ninho do Gavião para preservar o gramado do estádio Lacerdão para a estreia no estadual.No treinamento desta segunda, o técnico Mauro Fernandes fez uma mudança na equipe “titular”: promoveu a entrada do meia Graxa no lugar de Lucas Silva.

Na terça e na quarta, o treino será às 15h30, no Ninho. Na quinta, treino físico e musculação às 9h e técnico às 15h. Na sexta será realizado apenas o treino tático, às 15h30. Sábado e domingo a Patativa fará treino tático pela manhã, a partir das 9h.

domingo, 17 de dezembro de 2017

om 21 jogadores contatados até o momento, o Belo Jardim apresentou na tarde desta sexta na sede do clube o elenco que vai iniciar a temporada 2018 e a comissão técnica. O Calango vai disputar este ano o Campeonato Pernambucano e a Série D do Campeonato Brasileiro.Entre os atletas anunciados estão quatro jogadores das categorias de base (Projeto Belo Jardim Campeão). Pedro Breno (goleiro), Gustavo (zagueiro), Genivaldo (volante) e Elthy (atacante). Boa parte do elenco é conhecido da torcida, com destaque para Andrey, Danilo Cirqueira, Vandinho, Júnior, Xisto e Kelvis, que já vestiram a camisa do clube.

O departamento de futebol do Belo Jardim pretende contratar ainda mais quatro jogadores para fechar o elenco, totalizando 25 atletas. Ao final da apresentação, os jogadores realizaram o primeiro treinamento físico no campo do Santa Cruz.

Uniformes

A diretoria adiou para a próxima semana a apresentação dos uniformes de jogo, treinamento e viagem. A ideia da diretoria é divulgar os novos padrões e ao mesmo tempo colocar à venda para os torcedores.

Confira o elenco do Belo Jardim:

Goleiros
Andrey
Pedro Breno (categoria de base)

Zagueiros
Danilo Cirqueira
Vandinho
Guilherme
Weverton
Gustavo (categoria de base)

Laterais
Joshua
Jader
Xisto

Volantes
Capa
Júnior
Gláuber
Victor Ono
Genivaldo (categoria de base)

Meias
Kelvis
Mackson

Atacantes
Tony
Wandilson
Felipe
Elthy (categoria de base)

Comissão técnica

Técnico
Luciano Veloso

Auxiliar técnico
Romildo Santos

Preparador físico
Jhony Kenedy
Lucas Emmanuel

Preparador de goleiro
José Marcos (Marcão)

Massoterapeuta
Severino José

Roupeiro 
Fernando Antônio

Análise de desempenho
Felipe Acosta

domingo, 26 de novembro de 2017

Sem dúvida, cada vez mais mulheres frequentam os campos de futebol, as quadras e pistas de corrida no mundo todo. A prática esportiva, a crescente profissionalização nas mais diversas modalidades e a busca do fitness e da qualidade de vida através do esporte trouxeram maior exposição e, consequentemente, lesões que antes eram quase exclusivas dos homens.Estudos publicados nos últimos 20 anos mostram que as mulheres não estão apenas se lesionando, mas que isso acontece em taxas absurdamente maior do que os homens. Para o futebol, por exemplo, atletas do sexo feminino têm quatro vezes mais chance de sofrer uma lesão ligamentar do joelho e, para a corrida de rua, esta proporção extrapola o índice de um homem para sete lesões mulheres lesionadas para a mesma intensidade e volume dos treinos.

Estudando atletas do sexo feminino no basquetebol e futebol, Arendt e Dick notaram que, em cinco anos, a taxa média de lesão do ligamento cruzado anterior do joelho foi de 0,31 por 1000 atletas de para jogadoras de futebol feminino, em comparação para os 0,13 por mil atletas de exposições para os seus homólogos masculinos. Para o basquete, a taxa foi de 0,6 por mil atletas mulheres em comparação com 0,07 por mil atletas homens. Mas, afinal, por que isso acontece? A ciência tenta explicar esta discrepância através de três teorias:

Neuromuscular

Autores que defendem a primeira, afirmam que as atletas exibiriam um tempo de recrutamento de grupos musculares e tempo de ativação destes músculos maiores que os observados em homens. E que isso poderia afetar a dinâmica de diversas articulações, principalmente o joelho. De maneira mais compreensiva, isso significa que, em uma aterrisagem do vôlei ou a cada passo de uma corrida, o “comando” vindo do cérebro para que a musculatura se contraia de maneira adequada, chega “atrasado”, fazendo com que as articulações estejam mal posicionadas e em maior risco de lesão, tanto por micro-trauma repetitivo, quanto para entorses e distensões.

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Roger Machado é o novo técnico do Palmeiras. Ele vai substituir o interino Alberto Valentim após o término do Campeonato Brasileiro. O novo comandante vai assinar contrato por uma temporada, informação já oficializada no site do clube.O Verdão está sob o comando de Valentim desde a saída de Cuca, em outubro. Nesse período, a diretoria tentou a contratação de Mano Menezes, mas o técnico preferiu renovar com o Cruzeiro.

No início desta semana, o Palmeiras colocou Abel Braga, do Fluminense, na mira. Mas o fato de ele não ter decidido ainda seu futuro com o clube carioca, além de ser alvo também do Internacional, fez com que outros nomes passassem a ser analisados.